top of page

Yoga: como começar a prática pessoal de yoga em casa

Você se lembra da sua primeira prática de yoga? Ficou perdida com tantas posturas e tantos nomes difíceis? Ficou com medo de fazer uma posição errada e se machucar?


Todo mundo que pratica yoga já foi iniciante um dia e passou por isso. O que diferencia os iniciantes dos experientes é desenvolver a prática pessoal de yoga.


E sabe o que isso representa: liberdade e autonomia.


Faz um exercício comigo: imagine aquela sua tão sonhada viagem para uma praia paradisíaca, o cenário perfeito para fazer a sua prática de yoga em meio a natureza, sem ser interrompida.


Só que nesses locais geralmente não tem internet, ou é bem precária, e talvez sua proposta seja mesmo passar um tempo offline. Depender de vídeos ou da professora para fazer a sua prática, o seu sádhana, é o que eu chamo de iniciante no yoga.


Retiro de Yoga em Bali
Retiro de Yoga em Bali

Eu poderia te dar muitos exemplos não tão glamourosos como este, veja só: você saiu do trabalho e foi encontrar as amigas no barzinho. Acabou ficando mais tempo do que o previsto. Foi super divertido. Mas acordou atrasada e tem uma reunião importante de trabalho, e para piorar seu filho está fazendo uma super cena matinal.


Se você tem uma prática pessoal de yoga, consistente, você sabe como fazer para voltar para o seu eixo em cinco minutos.


O praticante experiente entendeu que o yoga é para a vida toda e persistiu, em pouco tempo deixou de ser iniciante e viu que a prática não é tão complexa como parece.


Então, você que está chegando agora, se é iniciante no yoga, relaxa!


Nesse texto você vai entender melhor o que é yoga, qual o objetivo da prática, os benefícios, e tudo o que você precisa saber para começar, até um programa de aulas para seguir.


Recomendado para os iniciantes no yoga e para quem quer retomar e construir sua prática pessoal de yoga em casa.



Yoga: prática pessoal em casa
Yoga: prática pessoal em casa

O que é yoga e qual o objetivo da prática?


Yoga é uma jornada de volta pra casa. E o objetivo da prática é a expansão da consciência, falando em termos "yoguicos" é remover os véus da ignorância que nos separam quem nós realmente somos.


Como assim Fernanda, yoga não é uma atividade física para exercitar o corpo, alongar e relaxar?


Posturas: apenas a ponta do iceberg.


Além das posturas que vão deixar o seu corpo forte e flexível, você também vai aprender a respirar, a conectar a respiração ao movimento, a meditar, a estar no aqui e no agora, descontrair e educar a sua mente.



Quais são os benefícios? Comece a praticar antes que você precise!


Cada vez mais a prática do yoga vem ganhando o respeito da medicina e sendo usada para ajudar na prevenção e até no tratamento de dores crônicas, doenças respiratórias, depressão e ansiedade.


Sim, o yoga é poderoso!


Mas se a prática regular de yoga pode ajudar a trazer alguém ao seu estado de saúde plena, imagine o que ela não faz com quem já está saudável?


Deu pra entender porque você deveria começar a praticar yoga antes de precisar?


14 benefícios de praticar Yoga regularmente:


1. Melhora a flexibilidade corpo e da mente


2. Aumenta a força muscular


3. Ajuda no emagrecimento


4. Beneficia a postura


5. Previne dores articulares


6. Rejuvenesce


7. Regula o sistema endócrino e hormonal


8. Ajuda a dormir melhor


9. Melhora a imunidade


10. Combate a depressão


11. Reduz a ansiedade


12. Traz mais alegria para a sua vida


13. Ajuda a enfrentar medos e vencer barreiras psicológicas


14. Amplia a consciência corporal e a confiança em si mesmo

Yoga: benefícios comprovados pela ciência
Yoga: benefícios comprovados pela ciência

Todo mundo pode praticar yoga?


Sim, mulheres, homens, em qualquer idade podem começar a praticar yoga. É importante compreender que a prática de yoga se adapta às necessidades e a condição física do aluno.


Mas se você ficar preso num modelo mental, querendo fazer posturas igual a foto que você viu nas redes sociais, vai acabar se frustrando. Não é esse o caminho.


É preciso ser flexível, magro ou calmo?


Esses são grandes mitos com relação ao yoga. Não precisa ser flexível, nem magro ou calmo. Mas com a prática você pode alcançar esses objetivos. Aliás, as pessoas ansiosas e estressadas são as que mais se beneficiam com o yoga.


E a maior parte das pessoas que começam a praticar (exceto os contorcionistas) não são tão flexíveis.


A flexibilidade, a força, a melhora na respiração e todos os outros benefícios do yoga são conquistas que o praticante ganha com tempo, esforço e dedicação.



Quais são as principais linhas de yoga modernas?


  • hatha yoga: é a mais clássica, a verdade é que todas linhas de yoga moderno derivam do hatha. A forma como praticamos hoje deve-se a Krishnamacharya: a prática pode ter mais ênfase na permanência nas posturas e na respiração ou usar a respiração para guiar o movimento. A prática se adapta ao aluno.


  • vinyasa: sem permanência nas posturas, a respiração guia o movimento, é uma prática mais fluida.


  • ashtanga vinyasa yoga: apresenta cinco sequências fixas que o aluno recebe do professor conforme vai avançando em sua prática. É uma prática bem vigorosa.


  • iyengar yoga: valoriza bastante os ajustes e alinhamento nas posturas, utilizando vários acessórios para isso.


  • yoga restaurativa: o objetivo é restaurar o corpo e a mente, longas permanências utilizando acessórios para dar suporte.


  • power yoga: a modalidade surgiu na década de 1990 nos Estados Unidos. O professor Bryan Kest criou a técnica porque queria mais dinamismo e força no Hatha Yoga. O nome foi dado para se diferenciar dos outros tipos de Yoga.


  • hot yoga: consiste, basicamente, em uma aula de yoga (mistura das modalidades hatha e ashtanga), de 60 ou 90 minutos, em uma sala aquecida entre 38° e 40°, com umidade controlada. A prática criada por Bikram, começou a se espalhar nos anos 70 nos Estados Unidos.


mulher praticando em casa o kakasana, a postura do corvo
mulher praticando em casa o kakasana, a postura do corvo

Qual a modalidade mais indicada para iniciantes?


O hatha yoga clássico para ganhar familiaridade com a respiração e as posturas. Depois de estar mais à vontade com os alinhamentos nas posturas e a respiração mais consciente, é possível explorar as sequências mais dinâmicas sem riscos de lesão.



O que é ásana e pranayama?


Ásanas são as posturas do yoga que atuam em todas as dimensões do ser: físico, energético, psico-emocional, intuicional e espiritual.


Pranayama são as técnicas de expansão da energia vital ou biológica, o prána, através de técnicas respiratórias.



O que eu preciso para começar no yoga?


Força de vontade e orientação profissional. Eu comecei a praticar yoga em 2003, me formei instrutora em 2007. Ajudei centenas de pessoas a colocarem o yoga nas suas vidas, para ficar, não como uma modinha passageira. Eu desenvolvi uma jornada em 3 passos simples:


Passo1: Clareza

  • Depois de estudar mais sobre yoga e seus benefícios, defina o que você busca na prática, qual o seu objetivo com o yoga, onde quer chegar. Do contrário você fica como Alice no País das Maravilhas: sem rumo, sem direção.

  • Tenha um objetivo claramente definido para mensurar os seus resultados.


Passo 2: Organização

  • Definir local de práticas, horários, duração, quantas vezes por semana vai praticar.

  • Essas escolhas devem levar em consideração o seu objetivo no yoga.

  • No programa Yoga Diário tem uma aula que vai te ajudar a abrir espaço na sua agenda para o yoga.


Passo 3: Cronograma de práticas com autonomia

  • Saber o que está fazendo e porque está fazendo. Isso é o que vai te dar liberdade de praticar yoga em qualquer lugar com autonomia e segurança.

  • Por isso no programa Yoga Diário além de aulas práticas, existem as aulas teóricas.

  • Temos uma aula onde você aprende a montar a sua sequência de yoga.

  • Além disso, existem as Rotinas para Iniciantes onde as aulas seguem uma ordem evolutiva.

  • Os cronogramas mensais com um tema específico e as rotinas para alcançar posturas desafiadoras, complementam o repertórios de aulas.


O maior problema de não seguir um cronograma de aulas com um objetivo definido é não evoluir na prática, aumentar as chances de se lesionar por tentar fazer posturas sem que o corpo esteja pronto para elas, e por fim não ver os resultados do yoga no dia a dia.


tapete de yoga para prática pessoal em casa
tapete de yoga para prática pessoal em casa

Preciso comprar um tapete?

Sim. É muito recomendado. Ainda que você esteja na fase do namoro com o yoga, ter um tapete vai te ajudar a criar a rotina. E antes que você me pergunte qual tapete escolher e qual marca eu indico, as minhas recomendações estão AQUI.


Como evoluir no yoga?


Se você já começou, o que precisa para continuar e avançar são duas coisas: uma professora para te orientar e a força do grupo.


É possível praticar yoga sozinho?


Claro. Tem tanta gente que abre o youtube e faz aulas aleatórias. É possível mas eu não recomendo, seguir esse caminho sem orientação profissional pode gerar lesões e frustração.


Como prevenir lesões?

Seguindo um programa de aulas elaborado por uma profissional. Respeitando o seu corpo. Tendo uma professora para corrigir as suas execuções, se for praticar online, que essa interação e correção aconteçam através de fotos e vídeos.


Qual a frequência e duração ideais para uma prática de yoga?


Depende. Eu sei que vocês não gostam desta resposta. Mas é o seu objetivo que vai determinar isso. De uma forma geral, posso afirmar que praticar 3 x por semana durante 40 a 60 minutos traz excelentes resultados. Lembre-se que feito é melhor do que perfeito. Se você dispõe de apenas 20 ou 30 minutos para praticar, ajuste a sua prática a esta realidade.


No programa Yoga Diário você vai encontrar tudo o que precisa saber para construir a sua prática pessoal de yoga de forma segura. Praticar yoga em casa vai ficar mais fácil e com melhores resultados dentro e fora do tapete de yoga.




386 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page