top of page

Mulheres no Yoga - História

Atualizado: 8 de mar. de 2022

O yoga surgiu em uma sociedade primitiva mas não guerreira, que se comportava de forma sensorial e desrepressora.


Era sabida a importância de ambos os papéis tanto do masculino e como do feminino para o equilíbrio da vida.


Acontece que durante muito tempo na Índia, era considerado inadequado o ensino de Yoga para mulheres.


Em 1925 Krishnamacharya rompeu esse dogma ensinando para mulheres de todas as idades, inclusive para gestantes.


A começar em sua própria casa, já que sua esposa, cunhada, filhas, noras e netas foram suas alunas. Na verdade todos seus 6 filhos aprenderam Yoga desde a infância.


Foi a partir do início do século XX que nós mulheres ocidentais começamos a ser aceitas no Yoga. Veja a história de Indra Devi abaixo.




Indra Devi - Primeira Yogini Ocidental

Em 1937, durante uma estadia no palácio de Mysore, Eugenie Peterson, esposa de um diplomata amigo do Maharaja, soubera que ali haviam aulas de Yoga. Ela pediu ao rei para participar das aulas.


De início, Krishnamacharya estava cético em tê-la como aluna, mas pela persuasão do rei, ele concordou sob a condição dela seguir rigorosamente as orientações quanto a dieta e horários.


Essa ocidental deveria mostrar sua real intenção e comprometimento com Yoga para que ele continuasse a ensiná-la. Ela conseguiu resistir a toda tentação dos banquetes e festividades do casamento que lhe trouxera à Índia, se alimentando só de frutas, terminando seu dia com uma prática de Yoga ao anoitecer e iniciando no amanhecer sua aula com o Krishnamacharya.


Eugenie, nascida na Letônia em 1899, veio a ser chamada de Indra Devi, viveu 103 anos. Levou o Yoga para União Soviética e China. Foi professora de Yoga de muitos atores e atrizes de Hollywood, onde publicou seu primeiro livro em 1953. Com aulas de Yoga mais suaves, as limitações físicas eram desafiadas de forma mais cômoda, assim ficou conhecida as aulas da “Primeira Dama do Yoga”, que morreu em 2002 na Argentina.




O Yoga no Ocidente


Em seu Yoga Shala em Mysore, Krishnamacharya iniciou o movimento de levar o yoga para o mundo ocidental.


Desde 1934, afirma que “o Yoga deve ser adaptado ao indivíduo e não o indivíduo ao Yoga”[13].


Essa adaptação se baseia nas diferenças de idade, sexo, cultura, religião, saúde, fase da vida, interesse, profissão, hábitos, etc.

Isso tornou possível a prática para nós ocidentais, adaptamos a nossa cultura. E se você quiser colher os Benefícios do Yoga basta começar a praticar.


Assista o vídeo sobre Benefícios do Yoga:




E para finalizar vale lembrar que nós estamos construindo a história das mulheres no yoga.


Muitas das nossas dúvidas não tem respostas no Google. Nem nos livros. Apenas uma professora ou professor poderá lhe ajudar.


Não se esqueça de que Yoga é uma tradição transmitida de forma oral, fruto do conhecimento, prática e auto observação. E da troca desta experiência.


Te vejo no tapete.



Conheça o meu programa de aulas de Yoga online, o Yoga Diário:

www.ferengelyoga.com/yoga-diario


548 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page